CENTRO DE HEMODIÁLISE É INAUGURADO EM ESTÂNCIA



28/01/16 03h45   Saúde Imprimir

Na noite desta quarta-feira, 27 de janeiro, aconteceu a inauguração do Centro de Hemodiálise de Estância, no prédio da Medlabor Nefros, localizado na Rua Camerino (centro da cidade). Trata-se de uma unidade altamente sofisticada, com ampla infraestrutura e qualificada para atender os pacientes de Estância, e pacientes que fazem parte da Regional Sul: Umbaúba, Tomar do Geru, e Santa Luzia do Itanhi. Arauá, Boquim, Cristinápolis, Indiaroba, Itabaianinha, e Pedrinhas. Todos são credenciados para o atendimento gratuito pelo SUS (Sistema Único de Saúde). A Medlabor - Clínica e Medicina Laboratorial em parceria com a Nefroes - Nefrologia de Estância, vai ofertar o serviço e a Prefeitura Municipal de Estância, através da Secretaria Municipal de Saúde, realizará a compra por meio do recurso de Media e Alta complexidade disponibilizado pelo Ministério da Saúde.



O serviço vai funcionar com equipamentos de ponta com máquinas de última geração lançada na Alemanha no mês passado, beneficiando a todos pacientes um serviço de dialise com qualidade. O Centro de Hemodiálise está equipado com 21 máquinas de última geração, específicas para o procedimento, com capacidade para atender 150 pacientes em três turnos, funcionando de segunda a sábado, além de possuir sala de emergência destinada a possíveis intercorrência durante a diálise, equipes multidisciplinares: enfermeiros, nutricionista, assistente social, psicólogo, osmose destinada ao tratamento de água para diálise. Será disponibilizado 3 hospitais de retaguarda para internação de pacientes: Hospital e Maternidade Santa Isabel, Hospital Amparo de Maria (HRAM), e Hospital Regional De Estância Dr. Jessé De Andrade Fontes. Cada hospital terá uma máquina e osmose portátil.



O nefrologista Dr Paulo Tarcísio, um dos investidores no projeto do Centro de Hemodiálise, iniciou a solenidade e proferiu sabias palavras para todos os presentes, e destacou a preocupação do atual gestor em ofertar um serviço de qualidade. "Há 2 anos o prefeito Carlos magno, acompanhado da secretária de saúde, Dra Marta Angélica, preocupados com os pacientes com problemas renais, me chamaram para uma reunião. Carlos Magno pediu um serviço de alta qualidade, e foi assim que nós fizemos. CarlosMagno, Aqui estar o Centro de Hemodiálise que você idealizou". Lembrou Dr Paulo



A hemodiálise no município é um desejo antigo do prefeito Carlos Magno, que não mediu esforços para ofertar o serviço aos usuários que precisavam se deslocar até a capital. Com o serviço centralizado no município vai proporcionar bem-estar aos pacientes que sofrem com problemas renais. Médico experiente há mais de 30 anos, Carlos Magno, foi um grande propulsor do Centro de Hemodiálise. Em seus discurso na campanha eleitoral de 2012, sempre expressava o desejo do serviço em Estância. Bastante feliz o prefeito ressalta. "Todos têm participação importante na construção, investimento, e o Governador Jackson Barreto, que autorizou todos os trâmites burocratísticos, e a Prefeitura que vai comprar o serviço. Essa união com poder municipal vai ser de grande valia para o povo. O trateamento de Hemodiálise era um desejo meu, e agora todos que precisam fazer o tratamento serão beneficiados" Disse Carlos Magno



O Governando do Estado de Sergipe, Jackson Barreto de Lima, foi recepcionado pelo prefeito Carlos Magno, vice-prefeito Filadelfo Alexandre, e diversas autoridades, e lideranças da Região Sul: Secretários Municipais, Prefeitos, Vereadores e populares que acompanharam o evento. O Deputado Gílson Andrade, o Senador da República Eduardo Amorim, O ex prefeito de Estância Ivan Leite acompanhdo da sua esposa Adriana Oliveira, também prestigiaram a solenidade. 



O Governado Jackson Barreto ficou impressionado com a estrutura do Centro de Hemodiálise do município de Estância. Fazendo o uso da fala Jackson enfatizou: "Esse Centro de Hemodiálise precisa ser olhado com muito carinho, e compromisso daqueles que estão nos governos dos municípios da Região Sul. Fico feliz em vê a iniciativa privada se unir com o poder publico somando esforços para resolver os problemas da população. É preciso sempre somar forças". Concluiu Jackson.



IMPRENSA PRESENTE: Rádio Esperança AM 1250, Rádio Abaís AM 1460, Rádio Ilha Fm 101.5, Rádio Mar Azul FM 104,9.



SITES: Paparazzo Sergipe, Sergipe Repórter, Gazeta de Estância, F5 Sergipe, Diário Sergipano, e JPI News.



Hemodiálise: Consiste em filtrar o sangue por meio de uma máquina; Diálise peritonial: Filtração do sangue por meio do contato da membrana peritoneal, que possui muitos vasos e por isso funciona como um filtro natural. Transplante Renal: É outra opção para o paciente: por cirurgia, o paciente recebe um rim saudável, vindo de outra pessoa. O transplante pode ser feito com rim de doador vivo ou de cadáver. Apesar de não existir cura para a falência renal total, existem diversas modalidades disponíveis para tratamento, dentre elas as acima citadas.

Fonte: Ascom Saúde/Prefeitura de Estância