Em entrevista exclusiva a Ilha FM o Prefeito Carlos Magno responde dúvidas de ouvintes e desmente oposição - Paparazzo Sergipe
 
 
 
 

Em entrevista exclusiva a Ilha FM o Prefeito Carlos Magno responde dúvidas de ouvintes e desmente oposição



13/03/16 08h48   Acidente Imprimir

Na manhã do último dia 11, o prefeito de estância, Carlos Magno Costa Garcia, concedeu entrevista exclusiva ao Programa Gata Amarrada da Ilha FM, apresentado pelo radialista Gilson Ramos. Carlos Magno chegou à emissora acompanhado de uma comitiva - familiares, assessores, secretários, vereadores, partidários e amigos em comum -, todos dispostos a dar apoio e prestigiar com exclusividade sua entrevista.



Muito a vontade o prefeito respondeu vários questionamentos dos ouvintes, rebateu críticas e desmentiu boatos - dentre esses assuntos, os que mais se destacaram foi a questão do 13º dos professores e da problemática da merenda escolar, o péssimo comportamento de alguns vereadores, a mureta da Cidade Nova, e seus adversários politicos. Assuntos que mais causaram repercussão nos últimos meses e que tem sido usados pelo oposição com o único intuito de desestruturar o governo municipal.



Ao ser questionado pelo radialista Gilson Ramos sobre a falta de merenda nas escolas há mais de dois meses, Carlos Magno foi enfático ao dizer que tanto a Presidência do CAE (Conselho Municipal de Merenda Escolar), quanto a Secretaria de educação cometeram equivocos e são responsaváveis pelo atraso no processo de licitação da merenda escolar. O conselho tinha um prazo a cumprir na entrega do relatório que seria em dezembro e foi cobrado diversas vezes, mas insistiu em concluir a compra da poupa de frutas, o que para a secretaria seria inviável financeiramente, pois teriam que adquirir mais despesas - como a compra de freezers, por exemplo, para o condicionamento do produto, e com isso perderam o prazo de entrega. Segundo Carlos Magno, existe uma rixa entre Sindicato e Secretária, que também já fez parte da direção do SINTESE e essa quebra de braço tem causado desgaste para a atual gestão. " Gosto de conciliar as coisas, por isso pedi para o conselho que fizessémos o teste primeiro nas creches e se desse certo, poderiámos expandir para todas as escolas ". Enfatizou o prefeito.



Sobre o péssimo comportamento de alguns vereadores:-


Carlos Magno disse que não pode generalizar pois existe na Câmara de Estância bons vereadores - competentes e éticos - não posso julgar todos por conta de um ou dois casos isolados. Disse, também, que os vereadores de oposição tem a sua importância e que eles estão no papel de cobrar, mas o que não pode é atacar a vida pessoal e tentar denegrir a imagem do outro: " Sei que tenho inimigos do meu lado e o bom disso é que me policio mais ". Sobre as acusações do verador Júlio André de que a Procuradoria Publica estaria nas mãos do prefeito de Estância, o gestor disse que isso é uma leviandade e que por conta disso toda classe esta movendo ação juducual contra o parlamentar.



Sobre a mureta da Cidade Nova:


" Fico triste com essa situação da mureta e estou disposto a lutar e já conversei com Ismael Silva (Superintendente do DNIT) para viabilizar a retirada da mureta e colocar sinalização. Infelizmente esse problema era pra ter sido corrigido na gestão passada quando foi apresentado o projeto de duplicação da BR que foi posto em prática de forma errada ", salientou Carlos Magno.



Sobre o projeto da Praia do Saco:


É um projeto do Governo do Estado que não foi posto em prática devido o resultado do processo ambiental, onde por Lei Federal, foi dado ordem para a demolição de todas as casas que ficam na área. Ficando a prefeitura impedida de fazer a construção e revitalização da primeira etapa da grande praia do Saco e do Abais. 



Educação e o Décimo:


Houve uma queda na arrecadação que já era previsivél em todo país e para o gestor se faltou planejamento, foi de expectativa de futuro. A Secretaria de Educação é independente e como ja disse, essa quebra de braço entre sindicato e secretaria está prejudicando o meu governo - no mais, todas as secretarias receberam seus salários rigorosamento dentro do mês, inclusive o décimo dos aniversariantes dos meses de janeiro, fevereiro e março. Nessa última reunião com os sindicalistas e professores já conseguimos entrar num concenso.



A Lenda dos 14 milhões:


O ex-prefeito Ivan Leite diz que deixou 14 milhões em caixa para administrar Estância, e Carlos Magno desmente, afirmando que o ex-gestor deixou dinheiro carimbado - dinheiro de convênio de obras que ele não conseguiu concluir -, ou seja, recursos mal utilizados, já que as obras se encontravam paradas quase todas com erros de cálculo estrutural - sem sondagem de solo -. " O secretário de obras da gestão passada fez tudo sem cálculo estrutural e por isso não podemos concluir as obras ", afirma Carlos Magno. Na atual gestão, todo o processo foi refeito na Caixa Econômica Federal e só agora quase (4) anos depois a prefeitura esta conseguindo encerrar (2) obras e ainda mais (4) completamente paradas. as obras que estão concluídas já foram parceladas e parte dos recursos ainda estão na conta. Fora o dinheiro de convênios a informação é que o ex-prefeito deixou 34 mil reais na conta dos royalties e gastou em 8 anos 45 milhões e não fez nenhuma obra estruturante. Em sua fala o prefeito também diz que todas as obras feitas em Estância, de 2013 pra cá, foi com dinheiro arrecadado no seu próprio mandato.


Política:


O atual prefeito afirmou que vai para a reeleição e que apesar de Gilson Andrade bradar que não quer seu apoio, está de braços abertos para tê-lo ao seu lado " Subo em qualquer palanque pois nunca faltei com respeito a familia de ninguém " - " Política é igual amor: nem nunca, nem sempre ". Com relação a junção com Gilson, adrriana ou Ivan, disse: Tenho 64 anos de idade e 40 de vida pública - Não cometeria a idiotice de dizer que, nunca. " E concluiu dizendo que Gilson Andrade não tem grupo e que, em estãncia, atualmente, só existem dois grupos: Carlistas e Ivanistas.



#ComunicaçãoSocial

#PrefeituraDoDesenvolvimento

Fonte: SECOM/Prefeitura de Estância.