HISTÓRIA HEMODIÁLISE EM ESTÂNCIA É DE ANDRÉ, DIZ DIRETOR



23/04/17 02h55   Saúde Imprimir

“O primeiro capítulo da história da hemodiálise em Estância é de André”, diz presidente da Clínica Nefroes

 

O diretor presidente da Clínica Nefroes, Paulo Tarcisio Azevedo Melo, no município de Estância, realizou uma homenagem ao líder do governo no Congresso Nacional, André Moura (PSC-SE), na manhã deste sábado (22) por conta de sua luta e intermediação junto ao ministro da Saúde, Ricardo Barros, para regulação do convênio da Clínica com o Governo Federal, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS). Representando a honraria, foi descerrada uma placa em agradecimento nos corredores da unidade de saúde

 

Em outubro de 2016, a pedido do líder André, o ministro efetuou a portaria 1510/2016 da Secretaria de Atenção à Saúde (SAS) do Ministério da Saúde habilitando a Nefroes, como Unidade Especializada em Doença Renal Crônica (DRC) através do Sistema Único de Saúde (SUS). Logo depois, a portaria 2348/2016 estabeleceu recursos financeiros no valor de R$ 4.022.339,84 para o tratamento de hemodiálise de pacientes renais da região centro sul de Sergipe. O valor mensal é transferido do Fundo Nacional da Saúde e beneficia 105 pacientes em hemodiálise por semana.

 

O presidente Paulo Tarcísio agradeceu ao líder André e disse a todos que brinca dizendo que o funcionamento da unidade se deve ao “santo André”. “Esse resultado é fruto do trabalho de André, que em três meses conseguiu adiantar o processo e está beneficiando os pacientes renais crônicos desta região. O primeiro capítulo da história da hemodiálise aqui em Estância é dele”, reconheceu.

 

De acordo com André, as palavras de Paulo o deixaram muito emocionado. “Esse sonho é de todos os 105 pacientes que realizam o tratamento semanalmente. Vi pacientes de Itabaianinha, Ilha das Flores, Tomar do Geru, Lagarto, Umbaúba, Santa Luzia do Itanhy e outros municípios, que estão sofrendo menos e não voltam mais para casa tão debilitados com a viagem e o tempo de espera”, agradeceu.

 

Ratificando o que disse André, o paciente José dos Santos, de Tomar do Geru, relatou que, antes, precisava sair por volta de 05h manhã com destino à capital e só retornava para casa à noite. “Muitas vezes sem condições até de me alimentar. Hoje na hora do almoço já estou em casa, no Geru. Essa clinica veio pela graça de Deus e de André”, disse.

 

Aproveitando a ocasião, o líder informou que já está trabalhando, a pedido de Dr. Paulo Tarcísio, a ampliação do número de atendimentos para 200 pacientes por semana. “Espero que consigamos viabilizar a ampliação do teto para atender 200 pacientes da região.

 

Rodrigo Valadares, que acompanhou todo o processo, elogiou a atuação do líder. “André Moura foi quem capitaneou essa vitória da interiorização do serviço de hemodiálise. A clínica é a mais moderna do Nordeste, com equipamentos com tecnologia de ponta que somente existem em São Paulo”, elogiou.

 

Presentes à solenidade estavam os prefeitos Gilson Andrade (Estância), Cristiano Beltrão (Ilha das Flores), Pedro Balbino (Tomar do Geru), Humberto Maravilha e a vice Guadalupe Oliveira (Umbaúba), o vereador Misael Dantas, o presidente estadual do PTB, Rodrigo Valadares.

 

AssCom/AM

Foto: Jeff Moura