Presidente André Graça quer saber o porquê da Segurança de Estância andar tão ruim



03/10/17 11h10   Estância Imprimir
O vereador André Graça, Presidente da Câmara de Vereadores de Estância, na sessão desta terça-feira, 03, usou o grande expediente para reportar aos seus Pares a sua preocupação com a falta de segurança que campeia no município. 
 
 
Ao pronunciar-se, externou que passou por uma vergonha jamais vivenciada quando um amigo o procurou para reclamar que teve que se dirigir à capital para fazer um Boletim de Ocorrência (B.O), após sofrer assalto, porque Estância não oferece o serviço no final de semana.
 
 
 - Eu estou indignado com a situação que vem acontecendo aqui no município.  No último sábado um amigo meu foi vítima de assalto, teve o carro tomado de assalto. Infelizmente existem assaltos quase que diariamente aqui no município e, também, nos municípios vizinhos; o filho da vítima chegou para mim dizendo que se deslocou de Estância para prestar queixa em Aracaju – disse.  
 
 
Quem for roubado, assaltado ou sofrer qualquer ato de violência tem que se deslocar para Itabaiana ou para Aracaju porque de sexta-feira às 18h, à segunda-feira às 06 horas, não se tem plantonista na Delegacia Regional de Estância, salientou o tribuno. 
 
 
 André Graça ratificou a sua dissertação ao dizer que não está responsabilizando a equipe de delegados que atua na delegacia regional – Tanto civil como militar, todos são competentes na tarefa de defender a sociedade – defendeu-os. Para André, o governo do Estado não está dando a devida atenção que a Segurança Pública merece – O governador não está olhando para Estância, principalmente, no quesito Segurança – enfatizou o Presidente.
 
 
Persistiu André em sua alocução:
 
 
“É uma vergonha um município do tamanho de Estância, com a força política que possui, um dos maiores municípios do Estado, vê o governador cruzar os braços, não dá condições de trabalho aos nossos agentes policiais, aos nossos delegados. Vamos convidar os delegados a esta Casa para que eles possam explanar o porquê de o governador não está tratando com a devida seriedade a Segurança Pública no município e na região”, explanou.
 
 
O vereador Artur Oliveira (PT) pediu aparte e se colocou à disposição. Como aliado do governador se comprometeu em solicitar uma audiência com o Secretário da SSP para discutir o tema em tela. 
 
 
O vereador Misael Dantas (líder do prefeito) reputou o tema como de grande relevância e disse que o governador Jackson Barreto está indo na direção contrária - Ele vê que a Delegacia de Estância é Regional, vê que a violência campeia e ele acaba com os plantões nos finais de semanas – grifou Misael. O parlamentar também se colocou à disposição para tratar do assunto quando da comissão  formada.
 
 
Por fim, o vereador Raimundo Ascendino (Dode) alardeou que o governador esqueceu-se de Estância, esqueceu-se dos pais de família. “Está desdenhando de todos a ponto de quem sofrer um ato de violência, se quiser prestar queixa, tenha que se deslocar até Aracaju para prestar o Boletim de Ocorrência. É dessa forma que Estância tem sido tratada pelo governador Jackson Barreto”, queixou-se o parlamentar. 
 
 
Click no link e ouça o áudio do presidente André Graça
 
 
https://drive.google.com/file/d/0B15U1V2YxpgGX0t6ektOQXFFTFE/view?usp=sharing
 
 
 
Ascom CVE
 
Genílson Máximo