Festa Do Mastro: Morador Diz Que “A Praga De Capela Veio Através De Sukita”



04/07/18 11h14   Cultura Imprimir

O morador do município de Capela e filho de “seu Derson” um dos fundadores da da festa do mastro, fez duras críticas ao ex-prefeito Manoel Messias Sukita, chegando a afirmar que “a praga de Capela veio através de Sukita”.

 

Todo esse desabafo foi feito por conta da quebra da tradição na cidade que, além da falta do local apropriado para erguer e queimar o mastro, houve ainda uma desorganização no percurso da “baiana” e o atraso no cortejo.

 

Nesse dia, segundo informações, dois mastros foram levantados para serem queimados, sendo que um teria sido organizado pelo ex-prefeito, que estava recepcionando o ex-presidente, Fernando Collor.

 

Por conta disso as críticas foram muitas. Para Antonio Melo, um dos filhos do criador da festa, “essa é uma tradição que já dura 79 anos. Estava tudo organizado nesse dia e ai chegou Sukita e disse que quem manda é ele. Ele sempre usou o mastro de São Pedro para se promover. A doença crônica foi Sukita vir para Capela”, desabafou Antonio em entrevista ao radialista George Magalhães, no jornal da FAN.

 

Revolta – o problema todo foi causado pela mudança do local onde era realizada a festa. Segundo os organizadores, depois de uma reforma na Praça São Pedro, o espaço ficou sem local apropriado para colocar o mastro, símbolo da festa.

Fonte: faxaju