Luiz Carlos Dussantus lamentou a morte da bailarina Lú Spinelli



12/11/15 11h13   Cidade Imprimir

Na tarde desta quinta–feira, dia 12 de novembro, na Rádio Marazul FM, durante o Programa Dia a Dia Noticias, o radialista Luiz Carlos Dussantus  lamentou o falecimento da professora de dança moderna e bailarina Lú Spinelli, 64 anos, que faleceu sua residência em Aracaju na noite da ultima quarta-feira (11). A causa da morte foi identificada inicialmente como infarto

 

Luiz Carlos Dussantus, destacou o pioneirismo da artista na disseminação da dança em Sergipe. "Temos perdido grandes amigos este ano. Lú foi uma grande agitadora cultural, elevou o nome do nosso estado através da dança. É preciso coragem para viver da arte. Determinação nunca faltou a Lú: pioneira na dança moderna em Aracaju, criou uma escola de dança e foi referencial de cultura. Que Deus possa confortar a família", afirma. 

 

Natural de Salvador, Lú chegou a Sergipe na década de 70, participou de movimentos culturais e criou a primeira escola de dança moderna de Aracaju. Em 2011, o Governo do Estado homenageou a produtora cultural, bailarina e professora de dança durante a quinta edição da Semana Sergipana de Dança pelos seus 40 anos (na época) de formação em Sergipe, através dos cursos livres oferecidos em sua escola de dança (Studium Danças

paparazzo sergipe